UX-Design

UX Design | Guia para entender o mercado de UX e ser um UX Designer

Você que está sempre atento às novidades deste novo mercado, já deve ter visto por aí, em artigos e em plataformas de vagas de emprego, os nomes UX Design, UX Writer, profissional de UX, certo?

Trata-se de uma profissão que tem crescido exponencialmente nos últimos anos, devido sua alta relevância. Além de essencial, a profissão de UX também é incrivelmente interessante e pode ser seu próximo passo nesse mercado da transformação digital! 

Por isso, a seguir, vamos entender um pouco melhor sobre:

Vem com a gente entender melhor todo esse universo de experiência do usuário!

O que é UX Design?

Seja um UX Designer

UX é a abreviação do termo em inglês “User Experience”, que significa Experiência do Usuário. E é exatamente nisso que o UX Designer ou o UX Writer foca: em adaptar a interface e a linguagem dos produtos e serviços para garantir uma experiência fluída e intuitiva aos usuários. 

Sabemos que, cada vez mais, as pessoas estão utilizando produtos e serviços digitais, não é mesmo? Essa migração está muito acelerada! Por isso, o profissional de UX é importante no mercado e tem sido procurado por empresas.

Tanto por empresas com mais tempo no mercado, que querem adaptar ou criar seus produtos e serviços, quanto por empresas que já querem nascer inovadoras e digitais.

As pessoas, atualmente, não buscam mais apenas TER coisas, mas EXPERIENCIAR coisas, ter vivências memoráveis por meio dos produtos e serviços nos quais elas investem.

E para ser marcante, se destacar em meio a tantos concorrentes, as empresas buscam os profissionais que cuidam dessa experiência da maneira mais inteligente possível: os profissionais de UX. 

Qual a diferença entre UI e UX?

Para se tornar um UX Designer, é importante conhecer as principais diferenças entre as áreas de UI e UX. Apesar de serem bem parecidas, cada uma tem as suas particularidades. Veja a seguir:

  • Design UX: profissional que tem como foco melhorar a experiência do usuário em um site ou blog. Um dos seus principais desafios é fazer com que o internauta permaneça bastante tempo no portal, interagindo com as páginas e com o conteúdo;
  • Design UI: é o profissional que está preocupado com a aparência do site. O foco é que o portal fique com um visual mais bonito e moderno.

O papel dessas áreas é bastante diferente. Elas se complementam, para construir uma linda interface com uma boa experiência para o usuário.

Como se tornar um UX Designer?

Agora que você já sabe o que é um User Experience Designer, vamos conhecer quais são os caminhos mais adequados para se tornar um profissional da área.

Requisitos

O conhecimento em ferramentas de design é essencial para um UX Designer. Você deve ter contato com algumas ferramentas, entre as quais: Illustrator, Photoshop e InDesign. 

Existem ainda outras ferramentas que são importantes para aperfeiçoar as habilidades do profissional. Dentre as mais comuns, encontra-se: Axure, Invision, Marvel, MidNode, OmniGraffle, Sketch, Fluid, LucidChart.

Você ganha pontos se entender melhor sobre criação de wireframe, material design, Flat Design para a prototipação, entre outras atividades.

Características Pessoais

Para ter sucesso nessa área, é fundamental adquirir algumas habilidades.

A primeira delas é um olhar mais crítico para a interação do usuário. Ao entrar em um site, por exemplo, você deve avaliar quais são os gargalos do portal. Além de pensar no que é possível fazer para resolver esses problemas. 

A habilidade de comunicação é outro fator muito importante. Afinal, você precisa apresentar soluções para resolver problemas. O livro “Como fazer Amigos e Influenciar Pessoas”, de Dale Carnegie, é uma ótima dica para aprimorar essa habilidade. É um dos livros de autoajuda mais vendidos dos últimos tempos. 

Além disso, um estudo produzido pela Invision (2019 Product Design Hiring Report) mostrou as habilidades mais importantes para o profissional. A lista ainda tem: habilidades de design visual, empatia e mentalidade estratégica. Confira:

Quais são as principais atividades do profissional de UX?

Imagina que incrível pensar e transformar toda a jornada de experiência do usuário de um produto ou serviço? Essa é a atividade central de um UX Designer e de um UX Writer.

O UX Designer desenvolve e aprimora a interface. Já o UX Writer, investiga e refina todo o texto que se comunica com o usuário e que direciona suas ações. 

É importante ressaltarmos aqui que a experiência do usuário está presente o tempo todo no dia a dia. Isso não acontece apenas em aplicativos e sites, mas também em espaços físicos, e por pessoas prestadoras de algum serviço. 

Por isso, as atividades dos profissionais de UX seguem uma linha de investigação, pesquisa e teste.

Confira o passo a passo:

  • entendimento do objetivo do projeto;
  • entendimento do impacto do projeto no negócio;
  • testes do produto ou serviço antigo;
  • entendimento dos perfis de usuários;
  • definição de personas;
  • mapeamento das jornas as is e to be;
  • pesquisas, entrevistas e discussões com os usuários;
  • benchmark;
  • prototipagem da nova solução;
  • mensuração, testes de usabilidade.

Segue abaixo o detalhamento destas atividades:

Guia completo das atividades do UX Design

Incrível como o UX Design é uma mescla de atividades humanas com atividades exatas, não é? Por que é realmente desta forma que as pessoas constroem experiências no dia a dia. 

Como funcionam as atividades do UX?

Seja um profissional de UX Design

Exemplos destas atividades voltadas às humanas são o entendimento de cenários e perfis e as entrevistas com os próprios usuários. Já as atividades exatas, se dão a partir da obtenção de números e indicadores que devem ser analisados e contextualizados dentro das novas experiências a serem criadas.

Após a pesquisa, definição de personas e jornadas e benchmark, inicia-se a prototipação – que é o resultado do mapeamento realizado anteriormente.

A partir do protótipo, testes são feitos com os usuários. Assim, os UXs (como também são chamados esses profissionais) investigam as reações dos usuários diante a nova forma de interação.

E o trabalho dessa galera nunca termina! A partir do momento em que o protótipo é aprovado e desenvolvido, acontece o lançamento do novo produto ou serviço. Então, inicia-se a fase de mensuração de resultados. 

Com o produto ou serviço na rua, sendo utilizado e experienciado por seus usuários, os UXs passam a coletar feedbacks e aprimorar o trabalho já realizado. Melhorias são propostas, testadas e implementadas. Acompanhando, dessa forma, o comportamento dos usuários – e garantindo o sucesso do cliente.

Cursos de UX Design

Grande parte dos UX Designer tem o perfil de autodidata. No entanto, os cursos são ótimas oportunidades para conhecer as estratégias de profissionais da área.

Dentre estes, o curso mais indicado para quem deseja iniciar carreira em UX Design é o Bootcamp online de UX Design da Aldeia. Ele serve como uma porta de entrada para o mundo do Design de Experiência do Usuário.

Esse curso oferece o conteúdo por meio de uma nova metodologia: assim, o aluno aprende diretamente com os profissionais que atuam no mercado.

Além das ferramentas práticas, materiais de suporte para download e professores especialistas, você tem a oportunidade de aprender o conteúdo com exemplos práticos e que podem ser aplicados no dia a dia. 

Foi-se o tempo em que os cursos de UX Design eram desenvolvidos com conteúdos sobre a história da área ou com materiais densos. Agora, o curso é mais dinâmico. 

Exemplo: no módulo 5, você aprende como uma empresa pode medir o sucesso de um produto digital. Nele, o estudante descobre como funciona e como mensurar a usabilidade. Ele ainda seleciona hipóteses e aprende como encontrar uma solução. 

Outro ponto positivo é que você pode participar de lives exclusivas para os alunos, com conteúdos adicionais sobre o tema.

Livros para UX Design

Alguns livros são considerados muito importantes para os profissionais de UX. Os mais conhecidos são: O Design do dia-a-dia (Donald A. Norman) e O Guia para projetar UX (Russ Unger e Carolyn Chandler). 

A obra “Não me faça pensar”, de Steve Krug, é um dos livros mais indicados por profissionais da área. Ele aborda vários pontos sobre usabilidade, e a leitura é bastante prática. 

Canais no Youtube sobre UX Design

Segue uma lista atualizada com ótimos canais para você assinar.

Blogs de UX Design

Também separamos alguns blogs que são atualizados com frequência para que você inclua em sua rotina. 

O blog da Aldeia também é uma ótima fonte de referência para os profissionais que pretendem ingressar no mercado. 

Ele aborda conteúdos importantes que impactam no sucesso de um site e influenciam no conhecimento do profissional.

Além desses blogs, confira alguns artigos que são leituras obrigatórias para quem pretende entrar nesse mercado:

O que é teste A/B: guia completo para fazer um no seu site

O que são call-to-action (CTA) e como melhorar a conversão

O passo a passo para construir um site de resultados

Podcasts sobre UX Design

Se você tem mais habilidade para aprender ouvindo, os podcasts sobre UX pode ser uma ótima alternativa. 

Como é o mercado de UX?

O mercado para o profissional de UX vem crescendo exponencialmente e permanece aquecido. Segundo uma pesquisa da NN/g (Nielsen Norman Group), existe a tendência de que o crescimento continue acentuado até pelo menos 2050. Confira no gráfico abaixo. 

Mercado de trabalho do UX Designer

Como mencionados acima, este crescimento é uma realidade devido a alta demanda de projetos de empresas de absolutamente todos os setores do mercado.

As expertises de um profissional de UX são, basicamente:

  • ter empatia e sensibilidade para interações com os usuários; 
  • ter habilidade de comunicação e persuasão;
  • desenvolver boas ideias;
  • gostar de resolver problemas de forma criativa e eficaz;
  • ser antenado nas tendências do mercado como um todo; 
  • dominar técnicas e tecnologias da área.

Entrando em um patamar mais técnico, segue abaixo um gráfico com as disciplinas que compõem o UX e quais os níveis desejáveis para cada uma delas:

Habilidades necessárias para se tornar um excelente profissional de UX

A Arquitetura da Informação é a arte de decidir. Para isso, é preciso saber estruturar as partes de um sistema, tornando-o compreensível e agradável aos seus usuários. Interessante como ela é relevante para a atuação do profissional de UX, não é mesmo? Pensar a experiência perfeita é realmente montar um quebra-cabeça complexo!

As vagas de UX

Dentro das plataformas busca por novos empregos, as vagas de UX estão com tudo! Só no LinkedIn, são postadas mais de 250 vagas mensalmente.

Além disso, nós da Aldeia temos uma plataforma de vagas exclusivas: o SPTF (Seu Próximo Trabalho Foda). Lá, você encontra diversas vagas de UX Design nas empresas mais quentes da nova economia!

A área de Digital Design se divide nos seguintes cargos:

  • UX Designer;
  • UI Designer;
  • Product Designer;
  • Interaction Designer;
  • Service Designer.

Todas majoritariamente focadas em arquitetura da informação, design de interação, usabilidade, prototipação e design visual. 

As principais empresas para um profissional de UX trabalhar

Dentro desse novo mercado, basicamente todas as empresas precisam de um profissional de UX para de reinventar. 

Porém, existem as famosas consultorias – aquelas especializadas em projetos – as quais contratam muitos UXs e oferecem as melhores condições de trabalho. 

São alguns exemplos:

  • Accenture
  • MJV
  • Capgemini
  • TCS
  • Wipro
  • IBM
  • Genpact

De maneira geral, essas empresas são consultorias de gestão, tecnologia da informação e outsourcing. E possuem times multidisciplinares com UXs, engenheiros, arquitetos, antropólogos, cientistas de dados, desenvolvedores, comunicadores etc.

Quanta ganha um profissional de UX 

Em relação ao salário, um profissional de UX pode começar ganhando em torno de R$ 2.000 e pode chegar a até R$ 8.000!

Lembrando que quanto mais gabaritado for o profissional, mais procurado ele será e melhor a sua remuneração!

Por que o mercado de UX precisa de você!

Se você já é designer – ou atua em outra área – mas possui as habilidades de um profissional de UX: o mercado precisa de você!

O mercado vem se transformando de maneira rápida, e as pessoas estão nesse mesmo ritmo de crescimento. E para dar conta da alta demanda que essa grande mudança gera, as empresas precisam, mais do que nunca, de pessoas realizadoras, destravas e criativas.

Se você faz parte dessa galera que está revolucionando os lugares por onde passa e quer se tornar um profissional de UX, indicamos dois dos nossos cursos:

O Curso online de UX Design para os que têm uma veia forte de designer e o Curso online de UX Writing para quem quer pensar o texto em sua função de comunicação mais pura.

Vamos nessa, estamos ansiosos para iniciarmos nessa carreira com você!

Carreira

Deixe um comentário